10 trapaças para inflar o preço das ações - Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

sábado, 17 de setembro de 2011

10 trapaças para inflar o preço das ações

Imperdível a reportagem publicada na Exame.com de 14/09/2011 tratando das 10 trapaças para inflar o preço das ações ilustrando até que ponto uma companhia (casoEnron) pode chegar para tapear seus acionistas em interesse próprio.

A reportagem esclarece que os escândalos como o da Enron estão mais para exceção do que para regra no mercado de capitais. O caso, na verdade, levou a uma completa revisão das leis que regem a atuação dos participantes do mercado americano. Os principais executivos da companhia tiveram punições exemplares: Ken Lay morreu antes de cumprir pena, mas Jeff Skilling foi condenado a 24 anos de prisão e permanece trancafiado até hoje.

Casos como do banco PanAmericano no Brasil e dos fundos de Bernard Madoff nos EUA comprovam, entretanto, que as brechas para novos escândalos no mercado nunca serão totalmente tapadas.

A seguir, EXAME.com descreve as trapaças utilizadas pela Enron para enganar os próprios acionistas (as informações foram retiradas do documentário “Enron – Os Mais Espertos da Sala”).

Para um investidor precavido, vale a pena conhecê-las.

1 – Artifícios contábeis

2 – Cooptação do auditor

3 – Pressão sobre os analistas

4 – Promessas sem fim

5 – Dribles na fiscalização

6 – Furos nos jornalistas

7 – Manipulação de preços

8 – Uso de informação privilegiada

9 – Esforços para aparecer na crista da onda

10 – Negócios distantes

Para conhecer o inteiro teor da reportagem acesse o link a seguir:

Dez trapaças para inflar o preço das ações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate