[SLIDES] Modelagem Financeira e Balanços Pro Forma - Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

quinta-feira, 12 de julho de 2018

[SLIDES] Modelagem Financeira e Balanços Pro Forma

Aqui estão os slides usados na segunda aula de introdução a Valuation, na disciplina de Finanças 2, sobre modelagem financeira.










2 comentários:

  1. Olá professor; sou eu, o matemático anônimo, novamente; Assisti a entrevista do gestor do fundo alaska, percebi que ele comenta sobre os picos de índices representativos do mercado(bovespa), entretanto ele trata esses índices em relação a uma moeda(dólar). também em alguns pots e entrevistas que vi ele(bredda) comenta novamente sobre essa relação: "imagine que o brasil está fazendo recorde de balança comercial com o preço das commodities la em baixo". entretanto me parece que, se o preço das comodities está barato então o "giro das comodities aumenta", ou seja, me parece que não é algo incomum. em outra ele diz:"a desvalorização cambial por si só ampliou o valor da braskem nos últimos meses". Gostaria, se possivel, que você me recomendasse algum livro que trata sobre os benefícios(malefícios) que a valorização de uma moeda pode ter em uma empresa nacional ou internacional no ramo de comodities. por exemplo a braskem que tem receita em dólar poderia comprar nafta(materiaprima) de alguma produtora brasileira que não exporte fazendo sua margem bruta aumentar mesmo que minha intuição me diga q isso não cria valor pra braskem (não muito). Não se fala muito que o preço das comodities sao todos uniformes porque não importa o produtor? não se fala muito em avaliar empresas desse ramo como a melhor sendo a que tem custos menores? não entendo como a braskem poderia criar valor desse jeito(aumentos expressivos de margem), pra mim o valor seria criado por uma maior demanda da mercadoria dela. Se puder me recomendar algum livro ou assunto. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Seja uma empresa brasileira que vende um produto A por x pra um pais de nome gauss. Suponha ainda que uma empresa no pais de gauss esteja planejando verticalizar suas operações e avalia qual o custo de produção sem margem de lucro de um equivalente ao produto A. Seja euler a moeda desse pais então se 1eu=b(reais) e o custo de produção de um produto equivalente A no pais de gauss é orçado em y então vale a pena fazer no pais de gauss se x/b>y. suponha que y e x não se alterem mt durante o tempo(ou se alterem nas mesmas proporções). Se b diminui, ou seja, a moeda real se valoriza em relação ao euler. logo o projeto de produzir o produto A no pais de euler pode vir a ficar viável. Analogamente se, b aumenta mt, o euler se valoriza muito em relação ao real e logo é bem provável que o projeto de produzir o produto A no pais de gauss não seja viável, porque é mais barato importar do brasil. Parece que a valorização(desvalorização) de uma moeda em relação a outra diz muito da capacidade de exportação(importação) entre esses dois países. obviamente a viabilidade do projeto de produção A no caso real vai depender de muito mais coisas(seria desse jeitos somente se existissem apenas esses dois países e nenhuma empresa binacional e talvez mais algumas suposições que ainda não me dei conta). A braskem como uma empresa multinacional com receitas e financiamentos em dolar e real e com comercialização de um produto com fornecimento e produção em varias moedas mães não consigo ver nem como a desvalorização ou valorização do real em relação ao dolar pode beneficiar ela grandemente. Quase todas essa "afirmações" tem caráter de duvida mais do que de afirmação hahahaha

    ResponderExcluir

Translate