Exame de suficiência - Ética - Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

Contabilidade & Métodos Quantitativos

quinta-feira, 17 de março de 2011

Exame de suficiência - Ética


É interessante que os candidatos leiam, pelo menos, o código de ética do contabilista para fazer a prova com maior segurança. Apesar das questões serem um tanto quanto óbvias, nunca se tem certeza sem estudar.

1. (ENADE, 2009) Para o exercício da profissão contábil, é necessário observar o código de ética, cujo objetivo é fixar a forma pela qual se devem conduzir os contabilistas. Uma situação demonstrativa de um comportamento ético do contador é

a) assinar os balanços de uma empresa, elaborados por profissional não habilitado, sem orientar, sem supervisionar e sem fiscalizar sua preparação.


b) emitir parecer favorável de auditoria a uma empresa, sem a realização de testes suficientes para fundamentar a sua opinião 


c) propor honorários aviltantes para clientes de outros escritórios, a fim de aumentar a receita que recebe


d) publicar, no sítio do seu escritório de contabilidade, artigo técnico, sem citar a fonte consultada. 


e) renunciar às suas funções, ao perceber a ocorrência de desconfiança, por parte de seu cliente, sem prejudicá-lo
.

Resolução:

Na letra a ele fala do inciso IV do art. 3º do nosso Código de Ética e isso é justamente o que não deve ser feito. Questão eliminada.

Nesse caso, letra b,ele não estará de acordo com o art. 2º, em seus incisos I e V, entre outros deveres. O contabilista deve exercer sua profissão com zelo, diligência, honestidade e deve, ainda, estar inteirado de todas as circunstâncias antes de emitir sua opinião.

A letra c fere o artigo 8º, que diz que o contabilista não deve disputar clientes por meio de aviltamento de honorários ou concorrência desleal (na realidade, isso é o que mais acontece).

De acordo com o inciso XXII do artigo 3º, o contabilista não deve publicar ou distribuir trabalhos técnicos ou científicos dos quais não tenha participado. Isso é óbvio e plágio! Então, anulamos também a letra d.

Nos resta apenas a letra E. De acordo com o inciso VI do parágrafo 2º, esse é o procedimento correto que se deve observar em um contabilista ético.

Acesse o Código de Ética clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate